domingo, 10 de maio de 2009

Review GP da Espanha.


Boas Pessoal .

Mais um Review, agora do GP da Espanha, que diga-se de passagem foi bem entediante, como de costume.

Primeira etapa da fase européia da temporada 2009,e a ordem natural das coisas não mudou em nada.

Mais uma vitória de Button, quatro vitórias em cinco GPs, e o inglês vai caminhando a passos largos em busca do título de pilotos de 2009. Apõs a ótima largada de Barrichello, pulando da terceira para a primeira posição, parecia que o inglês finalmente iria ter algum trabalho para ganhar a corrida, porém ainda na primeira curva, Alonso jogou Trulli para fora, que atravessou a pista e rodou e voltou a mesma totalmente vendido, sendo acertado por Sutil, Buemi e Bourdais. Todos abandonaram a prova nesse momento, e houve uma intervenção do safety car, que foi decisiva para a vitória de Button.



O inglês pode poupar combustível atrás do safety car, alongando um pouco o primeiro trecho de sua corrida, só que na primeira parada de box, Button e a equipe mudaram a estratégia, enchendo o tanque até o limite, e colocando pneus macios (os duros parecem só ter funcionado a contento no carro da Red Bull), fazendo um longo segundo trecho eliminando uma parada, e assim conseguindo superar Barrichello na estratégia.

Barrichello chegou em segundo, e após a supremacia de Button dentro da equipe, tem que se contentar em ser escudeiro do inglês na luta pelo título.

Webber foi outro que brilhou em Barcelona na estratégia e com uma performance brilhante no último trecho da corrida, passou Massa e Vettel, completando o pódium.
Vettel, teve uma corrida burocrática, a largada ruim onde caiu para quarto, acabou com qualquer chance de um resultado mais expressivo, porém ainda está em terceiro no campeonato, bem próximo de Barrichello na pontuação.

A Ferrari, apesar da melhora de desempenho com Massa, não foi nenhum pouco convincente, Kimi não passou do Q1 na classificação, o que acabou com suas chances na corrida, acabou por abandonar a corrida no começo, mas até o momento a Ferrari não divulgou o motivo oficial do abandono, o que leva a crer ter sido mais uma presepada da Ferrari. Massa conseguiu um bom quarto lugar na classificação, mas o erro no abastecimento, no último pit stop da corrida, prejudicou muito sua posição de chegada na corrida, perdendo posições para Vettel e para Alonso nas duas últimas voltas. Inclusive Massa já jogou a toalha, após a corrida declarou que este ano é impossível superar a Brawn e seus pilotos, e que a Ferrari não vai disputar título nenhum esse ano. Ganhar uma ou outra corrida deve ser o objetivo dos vermelhos daqui para a frente, com o intuíto de aliviar a pressão sob a qual o time italiano está submetida no momento.


Alonso fez o que era possível com sua limitada Renault, na Largada acabou se estranhando com Trulli, que acabou por desencadear o acidente múltiplo da largada, menção honrosa pela dividida com Hamilton na saída dos boxes e pela ultrapassagem por fora no meio de uma curva de alta em Massa, que já sentia os efeitos da falta de combustível em sua Ferrari.

Piquetzinho fez uma corrida apagada, seu único mérito foi se livrar da confusão na primeira curva, tomou mais um chocolate de Alonso, e cada vez mais dá a impressão de que pode perder o posto na Renault a qualquer momento.
A Toyota andou para trás, desempenho fraco se comparado ao das corridas anteriores, Trulli abandonou na primeira curva e deu sorte de não ter se machucado no acidente que gerou o abandono. Glock esteve apagado a corrida toda, não chegando aos pontos. Teria a equipe oriental perdido a mão? A conferir nas próximas estapas.


A Williams, que tanto prometia no início da temporada, acabou por não vingar, se treino de sexta valesse pontos, Nico Rosberg seria candidato ao título. Hoje Rosberg marcou um pontinho com um oitavo lugar, numa corrida para lá de discreta. De Nakagima a única coisa que se tem a dizer é que não merece estar na Fórmula 1, não tem know how para isso, só está lá por causa dos motores Toyota fornecidos para a Williams.

A McLaren foi outra que mostrou um desempenho medíocre durante todo o final de semana, não marcando nenhum ponto na Espanha. Hamilton já havia cantado a bola, no meio da semana passada, de que o carro de Woking não iria funcionar em Barcelona, por falta de pressão aerodinâmica. Dito e feito. Lewis ao fim da ocrrida declarou que o carro parecia estar andando em cima do gelo, devido à falta de aderência. Kovalainen mais uma vez abandonou a corrida no seu início, e vem se mostrando bastante consistente e azarado ao apresentar performances péssimas.

Da Toro Rosso, só da para afirmar que tiveram um belo prejuízo financeiro por terem os dois carros danificados no acidente na primeira curva da corrida.
A BMW, livrou 2 pontinhos com Heidfeld, Kubica novamente não marcou pontos, aliás o polonês continua zerado em pontos no campeonato de 2009. Apesar dos 2 pontos obtidos com o sétimo lugar de Heidfeld, a BMW ainda não convenceu, e ainda parece estar perdida, a conferir nas próximas etapas do campeonato.
Existe também uma equipe chamada Force India na F-1, mas na Espanha, nem deu para perceber que ela existia.

A cada corrida que passa, o KERS vem sendo cada vez menos utilizado pelas equipes. Se não me engano apenas Felipe Massa e as McLarens estavam com o KERS. Prova de que essa tentativa de colocar um dispositivo ecológicamente correto num carro de corrida falhou miseravelmente, e deve ser esquecido logo em breve.
Uma pérola do primeiro narrador hoje, foi de que carro equipado com o KERS gasta mais combustível, e o Burti corrigiu em cima, seria ou não o narrador de biribol uma anta? É de um despreparo impressionante. O KERS na idéia da pessoa em questão, deve seguir as mesmas leis da física da grama que faz o carro ganhar velocidade, outra pérola dita pela figura em outra ocasião.
A guerra entre FIA e FOTA, também é digna de menção nesse review, de um lado Max e Bernie, de outro as Equipes, no meio do embrólio sempre ele, o dinheiro. No final o dinheiro vai falar mais alto, e vai resolver todo o problema que ele mesmo causa, isso é o mundo da F-1 nos bastidores.
Abraços e até Mônaco.

Abraços e até Mônaco.

3 comentários:

L.O. disse...

Massa demonstrou um baita profissionalismo mesmo após esta presepada da Ferrari de pedir para "tirar o pé" quando ele estava lutando pelos pontos da quarta posição com Vettel em seu "cangote"...

A "Casa di Maranello" não está afim de brigar pelo campeonato esse ano; ponto para Massa, pois em época de Rubens, este "queimava" a casa para a imprensa...

Ressalto novamente que o trabalho do "OWG" ainda não surtiu resultado, e pelo jeito não surtirá para o resto da temporadda, ou seja, continuaremos assistindo corridas soníferas, mas com novas equipes liderando...

Belo review Carlo!

Marcos disse...

SInceramente.... seu eu fosse Montezemolo... começa a pensar em 2010 JA!!! So assim eles retomam o posto e evitam o grande jejum que ocorrera outrora....

BJUNDAS

PS. O Barrichello nao sabe brincar... parece menino mimado que so quer ganhar...

Blog do Malfitani disse...

Concordo com vocês em tudo!

O Barrichello é um chorão mesmo...

Ao invés de chorar devia afundar mais o da direita....

Abraços a todos e até o GP de Mônaco.